Seguidores

sábado, 7 de maio de 2011

O PODER DA ORAÇÃO



3
Pecados não confessados podem ser uma barreira a bloquear nossas orações
diante de Deus. Filipenses 4:6 diz que não devemos andar ansiosos, mas nossas
necessidades devem ser colocadas diante de Deus em oração.
O Diabo é acusador. Muitas vezes Deus não pode liberar as bênçãos pois
Satanás está diante dele nos acusando. Nós falhamos, mas temos o sangue de
Cristo que nos purifica de todo o pecado. Entre na presença do Senhor tomando
posse da sua misericórdia que se renova a cada dia. Entre na presença do Senhor
com a consciência de que você leva o nome Dele. Somos cristãos, imitadores de
Cristo.
Daniel era um homem que sabia tocar o coração de Deus. No versículo 19 ele
pede ao Pai que ouça e perdoe. Precisamos pedir e liberar perdão. E nos versos
20 e 21 ele fala sobre o que ocorre quando oramos a Deus. Um anjo foi enviado
pelo Senhor para tocar Daniel antes mesmo que ele terminasse de orar. Deus
quer atender a sua oração. Em Mateus 7:7 ele diz: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e
achareis, batei, e abrir-se-vos-á".
Deus quer nos dar muita coisa. Uma criança quando quer algo insiste, continua
pedindo. Devemos ser como uma criança. Será que temos insistido em oração
diante de Deus? Você tem incomodado o Senhor pedindo para ser uma bênção?
Quando um filho não tem barreiras com o pai ele pede, sabendo que, na medida
do possível, o pai vai lhe atender. Deus quer que você seja uma bênção, e a forma
de conseguir isso é pedindo, orando. Quando a igreja ora junto as portas do
inferno não prevalecem. Em Atos 12 encontramos um exemplo da força da oração
da igreja. No versículo 5 lemos que a igreja orava por Pedro que estava preso por
Herodes.
O resultado? Deus enviou um anjo que libertou a Pedro de forma milagrosa. Deus
prometeu que ouviria nossa oração. Nós somos o templo do Senhor, Ele vai ouvir
a nossa oração. Ele enviará seu anjo para nos guardar e ajudar.
Use essa arma poderosa que Deus colocou em nossas mãos. Faça da sua vida
uma vida de oração e adoração a Deus.

FONTE: O PODER DA ORAÇÃO - AUTORES DIVERSOS

A palavra de Deus nos mostra, em diferentes passagens, o poder da oração. Além
da sua importância como instrumento de contato entre nós e Deus, a oração é
também uma arma do cristão na guerra espiritual. Em II Crônicas vemos um
exemplo de resposta de oração. Salomão havia, no capítulo 6, pedido ao Senhor
que viesse ao templo que ele construíra, trazendo sua glória.
A resposta a essa oração está no capítulo 7. O verso um diz: "Tendo Salomão
acabado de orar... a glória do Senhor encheu a casa". O resultado disso foi que
todos adoraram a Deus, como vemos no verso três. A manifestação da glória de
Deus gera adoração e louvor. Salomão sabia que não havia espaço físico que
pudesse conter a glória de Deus. Hoje essa glória se manifesta em nossas vidas,
devemos gerar adoração e louvor.
Deus deseja que a nossa vida seja um lugar de adoração, um lugar onde Sua
glória se manifeste. A glória do Senhor se manifesta apenas onde há oração. Sua
vida tem sido uma vida de oração? A oração é uma arma espiritual. Mesmo
quando pecamos, quando estamos debaixo de maldição, por pior que a situação
possa parecer, sempre podemos orar. As situações podem ser revertidas por meio
da oração.
Tiago nos diz que a oração do justo pode muito em seus efeitos. Nossa oração
move o coração de Deus. O Senhor fala que se orarmos e nos convertermos de
nossos maus caminhos ele ouvirá as nossas preces.
Um grande homem de oração na Bíblia foi Daniel. Ele orava três vezes ao dia, e
por causa de sua oração chegou a ser jogado na cova dos leões. Em Daniel 9:3
encontramos uma fórmula de como orar corretamente.
Daniel fala que orou ao Senhor e jejuou, e o mais importante, pediu perdão e se
arrependeu. A primeira coisa que ele faz ao buscar a Deus é confessar os
pecados seus e do povo. Devemos fazer o mesmo ao entrarmos diante do Pai.

Nenhum comentário:

Postar um comentário