Seguidores

segunda-feira, 24 de outubro de 2011

DEUS É USUÁRIO DE ORKUT. FACEBOOK, BLOGS E AFINS...


"Mas será que o machado pensa que é mais importante do que o homem que o usa? Ou será que a serra imagina que vale mais do que a pessoa que serra com ela? Será que um bastão, um simples pedaço de madeira, é capaz de levantar um homem?" - Isaías 10.15 (NTLH).



Olhando para as páginas da Bíblia, vemos que o Todo Poderoso usou de todos os veículos possíveis para comunicar-se. A carta, o jumento falante, o jumentinho mudo que carregou Jesus, os gafanhotos do livro de Joel e os gafanhotos do prato de João Batista, o profeta velho e o profeta jovem, o grande peixe condutor de Jonas, o pequeno peixe que engoliu as moedas do imposto de Jesus e Pedro, os governantes ímpios Ciro e Senaqueribe e os governantes tementes Davi e Ezequias. Etc.



E, diante disso, acredito que Deus use a Internet também. Ele usa gentes e coisas. Faz uso de diversas espécies de pessoas conectadas à Rede Mundial de Computadores, conforme o apóstolo Paulo descreveu em Filipenses 1.15-17.




Será que podemos influenciar o mundo usando nossas mensagens através da Internet?



Creio que o anseio em ser influenciador pertence a todos os blogueiros evangélicos e usuários de redes de relacionamentos virtuais cuja filosofia é cristã. Eu acredito que Deus use internautas para falar com internautas.



Entendo a razão de quem fomule tal pergunta. E digo que essa interrogação é feita porque o que ocorre entre mensageiros e leitores de Internet é que nem sempre quem escreve vê o resultado na vida de quem leu o que foi escrito. É importante jogar a rede, mesmo sem saber qual é o resultado da pescaria. A Palavra de Deus é revestida de poder e é o Espírito Santo quem convence o pecador dos seus maus caminhos, então, a mensagem ministrada via dígitos das mãos e teclados QWERTY, ou outro modelo, não volta vazia ao coração do Senhor.



Nós somos como ferramentas, fomos projetados para que se cumpra os propósitos de Deus. Se estamos nas mãos dEle dispostos a deixar que nos manuseie como desejar, então, a execução do trabalho sairá plenamente de acordo com o projeto divino. Abençoamos muitas pessoas e ao mesmo tempo também somos abençoados. Mas, se fechamos o coração para os planos do Senhor, não O impediremos de executar Seus projetos, porém, não seremos abençoados por Ele.

Fonte:  Eliseu Antonio Gomes; www.ubeblogs.net.



Nenhum comentário:

Postar um comentário