Seguidores

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

Treinamento Para Professores de Escola Dominical


    Presado professor, e demais amantes de Escola Bíblica. Tendo em vista a necessidade,  junto ao desejo de ver o  crescimento da nossa Escola Bíblica Dominical  nas nossas respectivas igrejas, veio a mim o desejo de expor esse material, a fim de trazer para cada um de nós um devido desenvolvimento e sobretudo a  qualidade, no que diz respeito ao ensino apredizagem da Santa Palavra de Deus. Desejo a você, amado leitor um bom proveito. Que Deus em Cristo lhe abençõe.
Pb. efigênio Hortêncio de Oliveira




O Principal Objetivo é transformar vidas
 O objetivo por excelência do ensino de Jesus era a mudança da vida do indivíduo, e não apenas seu intelecto e emoções. Este propósito geral permeava todos os outros objetivo específicos do ensino de Jesus.
1 . Jesus procurava converter seus alunos a Deus;


2. Jesus queria que seus discípulos adotassem ideais corretos; seu ensino exigia nova ética e uma nova interpretação das regras e normas sociais;


3. Jesus se propunha a desenvolver a harmonia entre as pessoas;


4. Jesus queria aprofundar as convicções de seus alunos. Usou determinadas técnicas para ajudar seus alunos a verificar e reforçar suas crenças e convicções. Adotou o método de fazer perguntas para sondar seus pensamentos e sentimentos íntimos e profundos; S. Jesus tinha o claro objetivo de treinar seus discípulos para continuar o ensino depois dele. Deixou-nos até mesmo uma fórmula para seguirmos seus ensinamentos (Mt 28.19-20).


Os principais objetivos da Escola Dominical
1. Ensinar a revelação bíblica
2. Alcançar as multidões com a Palavra de Deus
3. Evangelizar
4. Levar cada aluno e cada membro da igreja, em particular, a cultuar a Deus em sua vida diária
5.Treinar obreiros


Para atingir os objetivos.
O Professor deve ...Explicar os tópicos da lição e ao final de cada uma provocar a troca de idéias e observações entre os alunos (através de perguntas). Utilizar técnicas de perguntas para o desenvolvimento da aula a medida que o conteúdo da lição estiver sendo ministrado. Estudar a lição e elaborar as perguntas com antecipação. Na última lição do trimestre o professor deverá apresentar um questionário com várias perguntas (mínimo de 2 de cada lição) e testar o conhecimento dos alunos. Estudar, analisar e pesquisar e, acima de tudo orar, para estar apto a responder aos alunos. Provocar debates, envolvendo-os e dando oportunidade para o questionamento. Verificar quais são os alunos faltosos e fazer-lhe uma visita. Se atualizar. Esteja sempre bem informado acerca de seu meio social e dos acontecimentos do dia a dia. O Senhor Jesus, por exemplo, jamais ignorou o seu tempo. Mestre por excelência, em tudo se mostrou contextualizado. Por isso, teve condições de ensinar, com singular autoridade, as verdades concernentes ao Reino de Deus. Avaliar o desempenho dos alunos: verificar quantos alunos leram a revista; recolha o resumo do trabalho solicitado no Domingo anterior; incentive quem deixou de cumprir a tarefa a fazê-la da próxima vez.


Métodos e Técnicas
1. Tempestade Cerebral O professor faz uma pergunta, e um aluno de cada vez, deverá responder imediatamente, com suas próprias palavras, sem Ter o tempo necessário para estruturar, ou ordenar logicamente a resposta.
2. Pergunta circular - O professor anuncia que a mesma pergunta será feita a todos os alunos, um por um, com obrigação de todos responderem quando chegar a sua vez.


 3. Método expositivo É um excelente recurso educacional, mas exige grande preparo e muita oração por parte do professor.


 4. Perguntas X Respostas - É um método excelente, pois ajuda a manter acesa a chama da atenção de todos, e permite a participação ativa da aula, por parte dos alunos. Mas tenha o cuidado de evitar que a classe siga uma linha de pensamento contrária ao assunto apresentado pela lição.


5. Discussão - Método adotado por Jesus, quando apareceu aos seus dois discípulos de Emaús. Constitue-se em um debate sadio e harmonioso entre os alunos e o professor, para que, por seu intermédio, surjam novas idéias que caracterizem o aprendizado, pois admite a participação de todos os presentes. Mas evite a fuga do tema central da lição.


 6. Audiovisual - O métodos associa a audição à visão do educando, fenômeno este que amplia o índice de aprendizagem, e concede ao aluno a nítida idéia do que é apresentado pelo professor, e torna a aula mais participativa. Utilize-o quando for possível, e obtenha excelentes resultados.


7. Leitura das passagens Bíblicas - A prática da leitura das passagens bíblicas contidas na revista conduz a comprovação do que é dito pelo professor e convence todos a receber a mensagem.


8. Método de tarefas - Através da pesquisa, redações e trabalhos diversos. Por seu intermédio, o aluno aprende, fazendo; e estabelece a prática, no lugar da teoria.


 9. Ilustrações - O uso de ilustrações é uma boa maneira de tornar a aula mais interessante e proveitosa, como fez Jesus ao lançar mão das parábolas. Elas sempre tiveram o propósito de trazer luz sobre as verdades espirituais que o Mestre queria ensinar aos discípulos. O professor, igualmente, pode usar o mesmo recurso pedagógico para tornar claro o seu ensino, observando, porém, a seguinte recomendação: não transformar a sua aula em mero ato de contar histórias, deixando de lado os princípios que se deseja ensinar. Lembre-se que cada aula tem um objetivo a ser alcançado e este não pode ser esquecido.


Como Planejar uma aula
1. introdução da lição
 O professor poderá introduzir a lição com um fato relacionado aos assunto, ou perguntas sobre o tema central da lição.


2. Explanação da lição - É o desenvolvimento da aula propriamente dito. O professor poderá usar o esboço sugerido na revista, ou desenvolver a aula como lhe apraz. Deverá, no entanto, Ter o cuidado para não se desviar dos objetivos propostos.


3. Aplicação da lição - Esta é a parte mais importante da lição. O professor aplicará as verdades bíblicas estudadas à vida do aluno.


4. Encerramento da lição
São os últimos momentos do professor junto ao aluno, dando-lhe atividades, avisos e outros assuntos relacionados a Escola Bíblica Dominical.


 Questões à considerar 
1. Como seus alunos estão recebendo as lições de cada trimestre ?
O professor deve sondar e acompanhar devidamente o desenvolvimento de sua classe.
2. Você sabe como fazer perguntas aos seus alunos ? Qual a maneira correta de se faze-lo ?
Para que as perguntas esclareçam a lição, não devem ser feitas de maneira que confundam os alunos; portanto evite:
a) perguntas compostas;
b) perguntas que contenham palavras técnicas,difíceis;
c) perguntas que tenham mais de um sentido;
d) perguntas vagas;
e) perguntas que provocam discussão áridas;
 f) perguntas longas.


Atenção:
As perguntas não devem confundir, mas devem ser claras e precisas. Não podem obscurecer o tema, mas jorrar luz sobre o terreno que será atravessado. As perguntas não devem revelar as respostas, porque isso impede o aluno de pensar.
3. Você tem motivado a sua classe ? Quando mantemos nossa classe motivada; o aprendizado torna-se muito mais interessante e proveitoso. Não se esqueça disso! O professor também aprende ensinando os seus alunos a aprenderem.


4. Você tem convicção de sua chamada ? É imprescindível que todo o professor de Escola Dominical tenha esta certeza.


5. Você tem promovido (divulgado) a Escola Dominical ?Como professor, suas responsabilidades vão além de ensinar e formar discípulos para Cristo. Torne-se um divulgador da Escola Dominical.


6. Você tem visitado seus alunos ?Acompanhar o desenvolvimento de seus alunos também é obrigação sua. Afinal, você é o pastor de sua classe. Sempre que notar a ausência de um aluno por mais de dois domingos consecutivos, procure saber o que houve. Mande-lhe uma carta; faça-lhe uma visita. Pergunte o que está acontecendo. Às vezes, é um problema que você pode resolver.


7. Quais são as metas do professor ?As metas do professor da Escola Dominical têm que ver com os propósitos e metas da Escola Dominical. Ora, a Escola Dominical é a principal entidade interna da igreja. Como tal, tem como seus, os propósitos e metas da própria igreja.


8. Você têm interesse em servir o povo de Deus ? Pense nisso! Este é um dos requisitos primordiais de um bom mestre.


9. Seus objetivos estão sendo alcançados ? Seus alunos estão tendo uma compreensão clara sobre os ensinamentos ? Você tem notado alguma mudança substancial no comportamento e atitudes deles ? Talvez seja o momento de fazer uma reflexão.


1 0. Você conhece as reais necessidades de seus alunos ? Se ainda não as conhece, provavelmente jamais terá sucesso no magistério. Esteja atento as necessidades de seu aluno.


Conclusão.
O crescimento espiritual e intelectual dos alunos que Deus lhe confiou depende de seu preparo; esmerece-se nesse ministério, dedique-se de corpo e alma. Afinal, ensinar é também cumprir a Grande Comissão que o Senhor Jesus entregou à sua igreja. Como professor, a sua pontualidade e assiduidade é elemento motivador para a pontualidade e assiduidade dos alunos. A Escola Dominical é um dos meios mais eficazes de se evangelizar. Em algumas igrejas, porém, ela já não pode ostentar esta característica que, nos primórdios, fez a pujança de muitos avivamentos. Para tornar a aula mais atraente e dinâmica é necessário que você estimule a participação ativa de seus alunos. Se eles se integrarem no processo ensino-aprendizagem assimilarão o conteúdo da aula mais facilmente. Estude a lição com carinho conferindo as citações em sua Bíblia e peça a Deus criatividade, pois é sempre bom inovar em cada aula. Isso estimula o interesse dos alunos pela frequência. Mantenha a disciplina e fale com autoridade e unção. Jamais se apresente diante de sua classe, sem antes Ter estudado a lição. Se, porventura, tiver alguma dúvida, dissipe-a, perguntando a alguém que for mais experiente do que você. Isto não é desonroso. O pior é demonstrar insegurança, facilmente percebida por seus alunos. Confie no Senhor, pois Ele é quem nos capacita. A disciplina em uma sala de aula é muito importante. Permita que seus alunos participem ativamente deste estudo, pois isto é uma necessidade no processo ensino-aprendizagem. Mas seja firme, tão logo surja qualquer problema, por menor que seja. Na casa de Deus, tudo deve ser feito com decência e ordem. Você deve ser um comunicador dialogar e não simplesmente um transmissor unilateral. Todo ensino tem de ser ativo e toda aprendizagem não pode deixar de ser ativa, pois ela somente se efetiva pelo esforço pessoal do aprendiz. O professor deve solicitar, quer no início, quer no decurso de qualquer aula, a opinião, a colaboração, a iniciativa e o trabalho do próprio aluno. Tente, por todos os meios, cativar a amizade dos seus alunos. Chame-os todos pelo seus nomes, e demonstre interesse em ajudá-los nas suas necessidades, ainda que seja apenas em oração. Desta forma, eles sempre o terão como amigo, e tudo farão para participar constantemente da Escola Bíblica Dominical, pois sentir-se-ão motivados a aprender mais e mais a Palavra de Deus. A participação do aluno só será efetiva, se você tratar a todos por igual. Por isso, não se irrite e nem se impaciente com facilidade, pois se isso acontecer, será a sua derrota. Fale em bom tom, com naturalidade, sem gritar, mas com firmeza. Faça com que os alunos se sintam importantes para você. Não ameace e nem agrida o desatencioso. Procure saber quais motivos que o levaram a isso. Um bom planejamento é feito com antecedência e, sem ele, o professor sentirá dificuldades diante da classe, pois terá de improvisar, ou ficar na rotina, ou ainda poderá ser pego de surpresa, com alguma pergunta dos alunos. Além de dominar os recursos da didática, lembre-se de que você, como professor da Escola Dominical, deve primar pelo conhecimento bíblico-doutrinário. Caso contrário: como poderá ensinar a Palavra de Deus ? Não se esqueça ... Ore durante a semana, para que suas palavras saiam ungidas de sua boca, no decorrer de toda a aula, e alcancem, principalmente, os corações de seus alunos, o lugar apropriado de se guardar a Palavra de Deus, conforme se expressa o salmista (SI 1 1 9.1 1). Ensinar na Escola Dominical é comunicar, mostrar, explicar, orientar e despertar a mente do aprendizado para o conhecimento da Palavra de Deus. Só através de um ensino bem estruturado, é possível alcançar-se radicais mudanças de comportamento, bons conhecimentos bíblicos e uma elevada formação espiritual. Amém!


Adaptado
Fonte de pesquisa: Presbítero Edmilson Soares

Um comentário:

  1. QUE O NOSSO DEUS CONTNUE ABENÇOANDO ESSES QUERIDOS IRMÃOS

    ResponderExcluir