Seguidores

segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

CANTORA DIZ QUE AUTORES DA BÍBLIA ESTAVAM EMBRIAGADOS


Polonesa foi condenada a pagar uma multa de 1.450 dólares após declaração
A cantora Dorota Rabczewska, uma das mais famosas estrelas da música pop da Polônia, foi condenada a pagar uma multa de 1450 dólares após afirmar que os autores da Bíblia estavam bêbados e chapados ao escreverem o livro sagrado do cristianismo.
Doda, que é como a cantora é conhecida, fez a polêmica declaração em uma entrevista ao jornal Gazeta Dziennik Prawna, quando disse também que “mais pessoas acreditam em dinossauros do que na Bíblia,” e que “é difícil acreditar em algo escrito por alguém que estava embriagado com vinho e fumando maconha”.
As afirmações da cantora causaram revolta nos grupos católicos do país, que a processaram por causa das declarações. Ryszard Nowak, presidente da Comissão de Defesa, entidade que afirma lutar contra as seitas no país, foi quem abriu o processo contra a cantora.
Nowak já processou também o ex-noivo de Doda, o músico Adam Darki, que rasgou um exemplar da Bíblia durante um show em setembro de 2007 e disse que a Igreja Católica era “o culto aos maiores assassinos do planeta”.
Os processos têm como base o Código Penal da Polônia que defende os religiosos em um artigo que diz: “Aquele que ofende os sentimentos religiosos de outras pessoas, por ultrajar em público um objeto de adoração ou no espaço de execução pública dos ritos religiosos, estará sujeita a multa, restrição de liberdade ou prisão por dois anos”.
A defesa da cantora tentou invalidar o processo sob alegação de que a mesma teria direito a liberdade de expressão. Doda chegou ainda a se desculpar, dizendo que não tinha intenção de ofender ninguém e tentou explicar que falou sobre maconha por ser algo “usado para curar”, porque durante os tempos bíblicos não existia aspirina e que o álcool a que se referiu era o “vinho sacramental”.
A argumentação de Doda e sua defesa não foi aceita pelo Tribunal de Varsóvia, que a condenou por ter ofendido “os sentimentos religiosos de milhões de pessoas, incluindo judeus, evangélicos, católicos e todos os que creem na Bíblia”. A cantora foi liberada após pagar a multa de 1.450 dólares.


Um comentário:

  1. Ainda bem, as pessoas precisam respeitar as opiniões existentes, esta não sabe o valor que tem a palavra de Deus.

    ResponderExcluir